Histórico

O SINDIMÓVEIS/SC ? Sindicato dos Corretores de Imóveis do Estado de Santa Catarina, fundado em 1969, é uma entidade sem fins lucrativos, que atua como núcleo de representatividade e porta voz dos corretores de imóveis catarinenses na luta por seus direitos.


Os primeiros passos - oficialmente registrados - para a fundação do Sindicato em Santa Catarina foram dados em abril do ano de 1966, por um grupo de profissionais ? liderados por Admar Gonzaga - que sentia a necessidade de organizar a categoria.

 

Naquela época, Admar Gonzaga já vislumbrava as vantagens que decorriam dessa iniciativa para os exercentes da atividade que estavam desamparados de proteção. ?Somente o órgão dessa natureza pode proporcionar, a partir de sua fundação, a proteção aos corretores de imóveis, que passarão a desfrutar das prerrogativas que lhe asseguram as leis sindicais?, defendia.

 

A reunião que marcou a fundação da Associação Profissional dos Corretores de Imóveis de Santa Catarina foi realizada no dia 21 de maio de 1966. Nessa data, foi eleita uma diretoria provisória para reger os destinos da entidade até a obtenção de sua investidura sindical.

 

Diretoria provisória:

 

Presidente: Admar Gonzaga

Secretário: Armando Luiz Gonzaga

Tesoureiro: Adão Ferraz D? Elly

Conselheiros fiscais efetivos: Arthur R. Júnior; Nelson de Castro Brascher e Nicolau Osvaldo Petry

Conselheiros fiscais suplentes: Egídio Narciso, Wanderly Floriano Martins e Ervino Sebastião Belli

A sede provisória da nova Associação foi instalada na rua Trajano, n° 12, salas 7 e 8, em Florianópolis.

 

História da profissão - 27 de agosto é a data que marca o Dia Nacional dos Corretores de Imóveis. A data é a mesma que no ano de 1962 foi promulgada a primeira lei da profissão. No entanto, muito antes disso, na década de 40, a profissão já era organizada e reconhecida pela sociedade.

Símbolo da profissão - O colibri representa a categoria desde 1981. O pássaro ágil e encantador tornou-se o símbolo dos profissionais da corretagem de imóveis pela semelhança de ambos, que lutam habilmente pela sobrevivência.