Notícias

Porto Alegre lidera procura por apartamentos compactos

(14/11/2017)

(Jornal do Comércio)

A busca por imóveis cada vez mais compactos, de no máximo um dormitório, já é uma tendência nas grandes cidades do País. Um levantamento do portal ZAP, especialista no mercado imobiliário brasileiro, mostra Porto Alegre entre as quatro capitais do Brasil com maior demanda para compra de imóveis menores. Atrás da capital gaúcha (28%) estão Brasília (23%), Rio de Janeiro (17%) e São Paulo (16%).

A tendência, segundo a pesquisa, pode ser explicada pela mudança do perfil familiar dos brasileiros, como o tipo de família "casal sem filhos", que ganha cada vez mais espaço. De acordo com o IBGE, esse recorte se tornou o segundo em participação entre a população brasileira, com 20% em 2014. O primeiro ainda são casais com filhos, mas houve redução na proporção: de 51%, em 2004, passou a 42,9% do total, em 2014.

Na avaliação do CEO do ZAP Eduardo Schaeffer, a mudança reflete um novo momento também para o mercado imobiliário, já que a busca pelos microapartamentos tende a crescer, junto com a preferência pela locação.

O portal ainda destaque que programas como o "Minha Casa Minha Vida" também estão impulsionando as buscas por imóveis compactos. "Com área privativa menor, os valores totais desses empreendimentos acabam se enquadrando no programa, oferecendo oportunidades para um número cada vez maior de pessoas", pontua Schaeffer, em nota.

 

Astella, Cyrela, VivaReal e Construtech Ventures criam associação para desenvolver mercado imobiliário com tecnologia

(It Forum 365)

Iniciativa da Associação Brasileira do Mercado Imobiliário e Tecnologia visa unir empresas que têm interesse no mercado imobiliário para transformar o segmento.

A incorporadora Cyrela, o fundo de investimentos Astella, o Grupo VivaReal e o venture builder Construtech Ventures anunciam o lançamento da Associação Brasileira do Mercado Imobiliário e Tecnologia. O foco da iniciativa é desenvolver o mercado imobiliário por meio da tecnologia.

Segundo as empresas, a ABRAMIT está aberta às incorporadoras, construtoras, imobiliárias, portais imobiliários empresas de tecnologia, bancos, instituições e pessoas que têm interesse em transformar e inovar o mercado imobiliário.

Lucas Vargas, CEO do VivaReal, lembra que a inovação é fundamental para a sustentabilidade do mercado imobiliário e, por isso, a ABRAMIT quer apoiar a transformação do segmento.

Os associados vão participar e promover meetups e eventos com foco em trocar experiências e desenvolver negócios, além de realizar sessões de mentoria com startups selecionadas pelo programa de crescimento da ABRAMIT. "Há anos o mercado imobiliário e a tecnologia andam juntos e a ABRAMIT vem para consolidar a união desses dois segmentos. Queremos envolver milhares de profissionais de tecnologia e estudantes através de conexões significativas e prover programas educacionais e eventos de rede", explica Juliano Bello, Diretor Administrativo da Cyrela.

Os funcionários de empresas que se juntam à ABRAMIT obtêm acesso a uma variedade de benefícios, incluindo valores subsidiados de produtos e serviços, como os encontros promovidos, além de outras facilidades disponibilizadas pelos membros ou parceiros da associação. "O mercado imobiliário compreende a maior parte da riqueza brasileira. Nós esperamos que as empresas de real estate tech sejam 10 vezes maiores do que as fintechs", fala Edson Rigonatti, sócio da Astella.