Notícias

Após queda de vendas, mercado imobiliário tem crescimento em 2017

(07/02/2018)

(Correio Braziliense)

O mercado imobiliário do Distrito Federal apresentou melhoras no último ano. De acordo com o Índice de Velocidade de Vendas (IVV) divulgado nesta terça-feira (06/02), em 2017 a velocidade média de vendas foi 24% superior do que em 2016. Se comparado a 2015, o índice é ainda maior, alcançando a porcentagem de 57%. Os dados são da Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do DF (Ademi-DF) e do Sindicato da Indústria da Construção Civil do DF (Sinduscon/DF).

A pesquisa aponta que no ano passado, o IVV médio foi de 6,3%. O setor considera que 5% é um índice adequado para a liquidez de um empreendimento. Em 2016 o número ficou dentro do esperado com 5,1%, superando os 4% registrado em 2015. O levantamento só leva em consideração imóveis residenciais novos.

De acordo como presidente do Sinduscon/DF, Luiz Carlos Botelho, 2018 deve registrar índices ainda melhores. "Não se pode navegar sem uma bússola e essa bússola agora está consolidada", comemorou.

Em 2017, foram lançados apenas 12 empreendimentos imobiliários no DF. A Asa Norte foi a região do DF com maior valor de oferta do metro quadrado alcançando a cifra dos R$ 14,9 mil. O mais baixo valor ofertado foi em Santa Maria pela quantia de R$ 2,9 mil.

 

A transformação do mercado imobiliário através das Fintechs

(EXAME)

Com o crescimento do mercado imobiliário cada vez mais empresas se especializam no desenvolvimento de sistemas para o setor imobiliário, visto que gerenciar condomínios, condôminos e imobiliárias não é uma tarefa simples. Segundo o IBGE, na última pesquisa realizada em 2010, o número de condomínios já chegava a cerca de 1 milhão no Brasil.

Neste mesmo cenário na avaliação do Secovi-SP, sindicato que reúne as empresas do Estado de São Paulo dedicadas à compra, venda e locação e administração de imóveis, o mercado imobiliário brasileiro tende a crescer 10% neste ano, sendo um mercado com grandes oportunidades de negócio.

A Sami Sistemas (Sistema de Automação e Modernização Imobiliária) presente há 30 anos no mercado imobiliário principalmente no Rio Grande do Sul, sendo especialista no desenvolvimento de softwares para o mercado imobiliário e para a cadeia imobiliária como um todo, inova no mercado com produtos de alta tecnologia para os segmento de locação, condomínio e vendas que incorporam toda a gestão financeira uniu sua expertise com o FitBank, fintech especializada em automação financeira e integração bancária.

A parceria entre Sami e FitBank (http://www.fitbank.com.br) permite que imobiliárias e administradoras de condomínios passem a consumir serviços financeiros diretamente do ERP sem precisar acessar o ambiente bancário. Além disso, há a eliminação de todo o processo de registro e homologação bancária, a emissão de boletos ocorre de maneira simples e rápida, com taxas reduzidas, sem a necessidade de homologação ou geração de arquivos de remessa e processamento de arquivo de retorno.

A integração entre o FitBank e a Sami Sistemas é mais um grande passo para que sistemas integrados de locação e condomínios sejam capazes de transformar a experiência do cliente através do uso da tecnologia. A estimativa é que o Fitbank economize até 50 horas de trabalho humano por mês sendo que além da eficiência operacional e financeira, economias de custo estão no conjunto de benefícios.

Através de uma API (Application Programming Interface), o próprio sistema de gestão passa a solicitar os serviços financeiros, com a informação totalmente conectada à transação. Assim, o fluxo operacional da administradora passa a caminhar atrelado a sua operação bancária, tanto no processo de cobrança quanto de pagamento. Dessa maneira, as operações financeiras são realizadas da forma como foram programadas para cada condomínio ou unidade de locação, garantindo a execução de todas as rotinas.

Nesta estrutura que já se encontra pronta para ser utilizada sem necessidade de homologação a carteira de cobrança torna-se totalmente automatizada dentro do ERP Sami, onde o acesso torna-se simplificado e centralizado na gestão de uma ou múltiplas contas e seus respectivos extratos.

Cobranças e transferências são realizadas de forma automática para cada condomínio ou administradora, e a informação já nasce conciliada, pois foi gerada diretamente de um sistema. Rotinas manuais se transformam em processos ágeis, rastreáveis e seguros, onde o fluxo de gestão passa caminhar atrelado ao fluxo financeiro podendo a administradora gerenciar a exceção e não mais a regra.

Segundo Otavio Farah, CEO do FitBank: "A parceria une a expertise da Sami Sistemas no desenvolvimento de softwares para o mercado imobiliário e o conhecimento do FitBank na integração inteligente das empresas com o ambiente financeiro com tecnologia de ponta numa experiência seamless banking. A nossa parceria representa um grande passo para que sistemas integrados de locação e condomínios sejam capazes de transformar a experiência do cliente através do uso da tecnologia que a automação financeira pode oferecer."

Com uso das tecnologias mais modernas disponíveis atualmente, a Sami Sistemas presente em todos os estados e 7 países com uma carteira de mais de 1.000 imobiliárias e administradoras e mais de 1 milhão de usuários, passa a oferecer com o FitBank uma plataforma que atende exatamente a uma demanda latente do mercado imobiliário: facilidade, agilidade e segurança no gerenciamento de condomínios e unidades de locação, com menos trabalho e mais dinheiro, incorrendo em custos menores e margens financeiras maiores para as empresas.