Notícias

Programa próprio financia imóveis e é trunfo nos 30 anos da Senzano

(13/03/2018)

(Campo Grande News)

Lá se vão mais de 30 anos que Marcelo Senzano chegou ao então Mato Grosso, diretamente da Bolívia, para desbravar novas terras em busca de uma vida melhor. O tino comercial, que estava no sangue da família, e o carisma natural logo se tornaram os principais instrumentos de trabalho do então autônomo, que passou por diversos ramos, mas se encontrou mesmo no setor imobiliário. "Eu me casei cedo, aos 17 anos, e tinha que fazer a vida. Sempre gostei de conversar, fazer amigos", relembra o patriarca, que inspirou os filhos Diego, Leandro e Anderson ao gosto pelo negócio.

A Senzano Empreendimentos Imobiliários passou por diversas fases, sobreviveu aos revezes econômicos e se reinventou. Em 2015 quando os bancos privados e públicos restringiram o crédito, a saúde do mercado imobiliário brasileiro foi afetada pela crise econômica, que se refletiu no endividamento da classe C, mas não afetou a família Senzano. Ao contrário.

"Criamos planos de negócios imobiliários com taxas de rentabilidade atrativas e o nosso próprio programa de financiamento, com base em um estudo das necessidades dos nossos clientes, o que nos garantiu bons negócios. Temos clientes com maior poder aquisitivo e outros que vêm pagar a parcela e chegam de bicicleta. Atendemos todos da mesma forma", explica Diego Senzano.

Para ele, a experiência de sua família no setor imobiliário aliada com o seu conhecimento em Engenharia Econômica, os ajudaram muito no aperfeiçoamento do olhar estratégico, cuidadoso e conhecedor das necessidades de quem busca um novo lar ou quer investir em imóveis. "Temos produtos que são especialmente criados pensando no bolso, no perfil dos nossos clientes e em outros atrativos, procurando sempre sair da mesmice do mercado. Entendemos que cada período do ciclo econômico demanda novos produtos e serviços e procuramos aproveitar cada um deles", afirma.

Empreendimentos acessíveis

Para 2018, os planos da empresa são de expansão, com novos produtos, como o Condomínio Privé Sky Residence, localizado na Rua Udinese, na Vila Planalto. São unidades prontas para quem deseja construir a casa dos seus sonhos em um loteamento fechado, restrito e com segurança. Com uma vista incrível da cidade e com o diferencial da sua localização estratégica: perto do centro da cidade, da Orla Morena, e da Feira Central e rodeado de vias rápidas. "Cuidamos de todas as etapas desse empreendimento, desde a elaboração do plano de negócio, projetos arquitetônico e de engenharia execução de obras e a comercialização, e não temos dúvida de que, até o fim ano, teremos uma valorização mínima de 20% de cada lote unidade", estimou Diego. Tantos pontos positivos asseguram ao Sky Residence é posição de melhor escolha.

Para quem prefere não esperar, a fase de construção para do novo lar, a Senzano oferece sobrados prontos para morar a R$ 310 mil no Condomínio Fransel, no Jardim Leblon. Cada unidade tem 141 metros quadrados, uma suíte, dois quartos, duas sacadas e duas vagas na garagem. O destaque é o rol de serviços oferecidos na área comum. "Tem churrasqueira, lazer completo com espaço gourmet, piscina e segurança. Excelente oportunidade para quem quer se mudar logo", analisa Diego.

Para pai e filhos, os "bons ventos de 2018" são promissores a todos que se dedicam a oferecer serviços de qualidade, com competência, comprometimento e transparência. O sucesso da Senzano também é fruto do olhar visionário de quem, hoje, guarda tudo na memória. Marcelo perdeu a visão há dez anos, mas continua trabalhando, inspirando os filhos, parceiros, colaboradores e clientes. "Crise é oportunidade. Nosso negócio é de confiança e abraçamos todos os públicos, inclusive os excluídos pelas instituições financeiras. Todos merecem crédito e oportunidades para fazer bons negócios", ensina.

Para os interessados, a Senzano fica na Rua Rui Barbosa, 1913, Conjunto Oriente. O telefone para contato é o (67) 3044-1751, mas você também pode entrar em contato pelo WhatsApp, no número (67) 98114-0106.

A empresa também tem site com vários imóveis disponíveis. Veja aqui.


Investidor que vive de fundos imobiliários explica o que realmente gera alta nos preços dos imóveis

(InfoMoney)

Para ele, dizer que apenas o financiamento encareceu imóveis é "balela"

SÃO PAULO - A oferta de financiamento imobiliário é um dos fatores que possibilitaram a enorme valorização deste mercado no Brasil, mas é "balela" auferir que apenas o financiamento deixa os imóveis caros. A análise é de André Bacci, investidor cuja renda para sobreviver provém de Fundos Imobiliários e autor do livro Introdução aos Fundos de Investimento Imobiliário.

Após análise histórica dos preços do mercado imobiliário brasileiro, Bacci descobriu alguns fatores que contribuíram muito para a alta dos preços, não apenas durante a euforia iniciada em 2008. Entre eles, destaca a moeda brasileira e, principalmente, a complexidade do ambiente urbano. "Imóveis são caros porque moramos uns perto dos outros", diz.

O investidor foi convidado do programa Fundos Imobiliários, apresentado pelo professor do InfoMoney Educação Arthur Vieira de Moraes todas as sextas-feiras, às 15h40, no InfoMoneyTV. Confira a entrevista completa no player acima.