Notícias

AVALIAÇÃO MERCADOLÓGICA DE CORRETORES É BASE PARA LEILÃO DO ANHEMBI

(28/06/2019)

Graças à parceria entre o TCM e o Conselho, o Parecer Técnico de Avaliação Mercadológica dos corretores, que avaliou o complexo em R$ 1,45 bilhão - R$ 450 milhões a mais que o anteriormente sugerido pela Prefeitura -, deverá ser utilizado como lance mínimo no processo.

O caso, de grande repercussão na mídia, só reafirma a qualidade do trabalho realizado pelos corretores avaliadores, trazendo transparência à negociação e ainda mais credibilidade ao CRECISP e aos profissionais.

Desde 2016, esse grupo de especialistas tem prestado serviço voluntário a diversos órgãos públicos e prefeituras, determinando o valor de seu patrimônio para, posteriormente, receberem um atestado de sua capacidade para atuar nesse nicho de mercado, o que os coloca em um patamar diferenciado em termos de capacitação.

Dentre os conveniados, figuram nomes como o do Tribunal de Justiça de SP, o Tribunal Regional Eleitoral, o Ministério Público e a USP. E no âmbito de governos municipais, fazem parte da lista prefeituras de mais de 25 cidades paulistas. Essa parceria vem ganhando publicidade e levando representantes municipais a buscarem o Conselho para também firmarem esse compromisso com a entidade.

Na última semana, a cidade de Itatinga seguiu essa linha de conduta e também assinou um acordo de cooperação com o CRECISP. Segundo o prefeito João Bosco Borges, a ideia é dar início às avaliações o mais breve possível, pois o município conta com muitas demandas a serem atendidas. "Temos um problema grave em Itatinga, que é o trânsito de carretas e caminhões pesados dentro da cidade. Para construirmos um contorno, um minianel viário, teremos que fazer algumas desapropriações e, além disso, também já é do nosso plano de governo criar loteamentos sociais e áreas para a instalação de pequenas indústrias. Então, teremos que desapropriar algumas áreas para poder dar sequência nesse projeto. E o parecer mercadológico dos corretores será essencial para um trabalho rápido e com sucesso garantido", afirmou Borges.

A assinatura do termo foi realizada no gabinete do presidente do CRECISP, José Augusto Viana Neto, e também contou com a presença do diretor secretário do Conselho, Arthur Boiajian, e do diretor jurídico do município de Itatinga, Cristiano Augusto Porto Ferreira.